Pressão dos trabalhadores enfraquece articulação do governo para aprovar a Reforma Administrativa

A mobilização dos servidores públicos e de outras categorias de trabalhadores, em Brasília, contra a Proposta de Emenda Constitucional 32 (PEC) estremeceu deputados federais, e as dissidências em torno da proposta jogou por terra a articulação do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), para aprová-la. Temerosa em não conseguir os 308 votos das 513 cadeiras da Casa para a aprovação da pauta, a base aliada do governo Bolsonaro retirou-a do plenário, na quinta-feira (6). ...

Continue lendo...

Pressão dos trabalhadores enfraquece articulação do governo para aprovar a Reforma Administrativa

A mobilização dos servidores públicos e de outras categorias de trabalhadores, em Brasília, contra a Proposta de Emenda Constitucional 32 (PEC) estremeceu deputados federais, e as dissidências em torno da proposta jogou por terra a articulação do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), para aprová-la. Temerosa em não conseguir os 308 votos das 513 cadeiras da Casa para a aprovação da pauta, a base aliada do governo Bolsonaro retirou-a do plenário, na quinta-feira (6). ...

Continue lendo...