Caoa Chery fecha as portas e deixa centenas de trabalhadores à mercê da crise

10/05/2022

Ouvir a matéria:

A Caoa Chery comunicou ao Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos que fechará a fábrica de Jacareí (SP) e demitirá cerca de 480 trabalhadores. A decisão arbitrária pegou os metalúrgicos de surpresa. Em reunião com o Sindicato, a direção da empresa informou que o modelo Tiggo 3X, produzido na unidade sairá de linha, e os modelos Arrizo 6 e Arrizo 6 Pro passarão a ser importados da China. Com isso, a empresa pretende encerrar toda a produção de Jacareí. A alegação da fábrica é de que a unidade do Vale do Paraíba passará por uma modernização para a produção de carros elétricos, que começaria apenas em 2025.

 

Durante a reunião com a Caoa Chery, os dirigentes sindicais reivindicaram a manutenção dos empregos na montadora enquanto durarem as negociações com a entidade. Também propôs a concessão da licença-remunerada a todos os trabalhadores no mês de maio e um layoff (suspensão temporária dos contratos) durante cinco meses, de junho a outubro, com mais três meses de estabilidade. Horas depois da reunião, a direção da empresa entrou em contato com o sindicato e informou que aceita a proposta de layoff.


Como ocorre com outras multinacionais, a Caoa Chery se instalou no Brasil recebendo isenções de impostos. Após explorar a mão de obra local, com baixos salários e pouquíssimos direitos, quer fechar as portas e deixar os trabalhadores à mercê da crise. Essa não é a primeira montadora que anuncia o fechamento em meio ao avançado processo de desindustrialização pelo qual passa o Brasil. O mesmo aconteceu com a Ford e a Toyota. Na região do Vale do Paraíba, onde está a Caoa Chery, a LG, do setor de eletroeletrônicos, em Taubaté, também fechou as portas no ano passado. A redução e enfraquecimento cada vez maior do setor industrial no país é fruto da política imposta pelos países imperialistas e as multinacionais, com a total conivência do governo de Bolsonaro.


Fonte: CSP-CONLUTAS, com edição. 

Leia Também


Nota de Pesar

Com profundo pesar, a Adufs comunica o falecimento do estudante do curso de Filosofia da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Ramon Cedraz Rios, ocorrido nesta sexta, 20 de maio de 2022, ...

Saiba mais

Fórum discute saúde do servidor da Uefs

O Fórum de Saúde e Segurança do Trabalho na Uefs reuniu-se para discutir a saúde dos trabalhadores/as nos espaços da universidade e planejar ações para a prevenção de acidentes e doenças ...

Saiba mais