Ano X - Edição 477 - 10/09/2018
Categoria continua pressionando o governo - Foto: Ascom/Adufs

Fórum das ADs fará reunião nesta semana

A pauta estadual e o protesto a ser realizado no dia 27 deste mês serão discutidos na reunião do Fórum das ADs, marcada para a próxima quinta-feira (13), às 9h, na sede da Adufs. No último encontro, ocorrido no dia 3 de agosto, os diretores indicaram a realização de assembleias nas quatro universidades estaduais para que a categoria avalie a paralisação das atividades acadêmicas no dia do ato público.

A proposta do Fórum das ADs é intensificar as mobilizações para forçar o governo Rui Costa a dar respostas à pauta de reivindicações protocolada em dezembro de 2017, mas que durante esses nove meses vem sendo tratada com total descaso pelos gestores públicos. A categoria vem, insistentemente, protocolando documentos nas secretarias governamentais solicitando reuniões de negociação, sem quaisquer considerações por parte de seus titulares.

Já são três anos sem reajuste salarial e perdas que chegam a 21,1%. Centenas de docentes não usufruem de seus direitos trabalhistas, como promoções e mudança de regime, que não são concedidos pelo governo. Soma-se ao atual contexto, o contingenciamento orçamentário, que vem precarizando as atividades de ensino, pesquisa e extensão nas universidades estaduais. Na tentativa de extrapolar todas as formas de negociação antes da radicalização do movimento, os professores das quatro instituições já aprovaram o indicativo de greve.

Dia Nacional de Lutas
A manifestação proposta para o dia 27 de setembro integra as ações encaminhadas pelo Setor das Instituições Estaduais e Municipais de Ensino (Setor das Iees/Imes) do ANDES-SN.

Em todo o país, os docentes irão às ruas em luta por financiamento público, carreira, salário e previdência. 

Compartilhe esta notícia!

TRABALHO DE BASE

Diretoria da Adufs participará de cerimônia de acolhimento aos novos docentes

Foto: Ascom/Adufs
Diretores na cerimônia de 2018.1

Com o objetivo de apresentar a Adufs aos novos docentes da Uefs e convidá-los a fortalecerem a luta, a diretoria da Adufs estará presente na Cerimônia de Acolhimento aos aprovados nos concursos públicos. O evento está marcado para o dia 17 deste mês, às 8h, no Auditório 3, Módulo IV. No semestre anterior, os diretores da seção sindical também compareceram à atividade.

Dentro da programação da cerimônia, organizada pela Pró-reitoria de Graduação da Uefs (Prograd), será concedida a palavra à diretoria da Adufs. Os diretores apresentarão brevemente o histórico da seção sindical, falarão sobre a importância do sindicato, o seu papel na organização política da categoria e sua contribuição para a garantia de melhores condições de trabalho. Também abordarão as dificuldades enfrentadas pelos professores e denunciarão que o governo Rui Costa se recusa a discutir a pauta de reivindicações.

Compartilhe esta notícia!

7 DE SETEMBRO

Denúncias contra o arrocho salarial e o subfinanciamento das universidades ganham as ruas no Grito dos Excluídos

Foto: Ascom/Adufs
Data marca mais um espaço de luta

Assim como ocorrido em anos anteriores, os professores da Uefs somaram-se aos representantes de diversas entidades e movimentos sociais que foram às ruas de Feira de Santana, na última sexta (7), compor o Grito dos Excluídos. A categoria denunciou o maior arrocho salarial dos últimos 20 anos, imposto pelo governo Rui Costa, e exigiu mais recursos para as Universidades Estaduais da Bahia (Ueba).

O tradicional ato também incorporou protestos contra o governo Temer e os ataques dos governos estadual e municipal, além da luta em defesa do setor público e dos direitos sociais. Através de faixas, cartazes e bandeiras, os manifestantes dialogaram com a população, alertando-a que o Dia da Independência do Brasil, no dia 7 de setembro, deve ser, principalmente, de resistência.

Leia mais.

Compartilhe esta notícia!

POSSE DOS APROVADOS NO CONCURSO

Empossados novos professores da Uefs

Foto: Ascom/Adufs
Foram empossados 22 docentes

Na última quarta-feira (5) houve a cerimônia de posse de 22 docentes aprovados nos concursos públicos realizados pela Uefs. No momento reservado para as falas dos presentes, os diretores da Adufs lembraram o intenso esforço da comunidade acadêmica para pressionar o governo Rui Costa a garantir o preenchimento das vagas do quadro de servidores. A cerimônia aconteceu na Sala dos Conselhos, localizada no prédio da Reitoria.

Durante o evento, a diretoria ainda falou brevemente sobre a história da Adufs, a contribuição da seção sindical para a organização política da Uefs e para o processo de democratização e transparência administrativa na universidade.

Leia mais.

Compartilhe esta notícia!


ANDES-SN

Curso do Formação Política começará na próxima sexta (14)

O ANDES-SN realizará nos dias 14, 15 e 16 de setembro, em Salvador, mais uma edição do Curso Nacional de Formação Política e Sindical. O tema central é “Universidade, trabalho e movimento docente”. Assim como ocorrido em anos anteriores, alguns professores da Uefs irão participar da atividade. 

Serão discutidos os desafios contemporâneos diante das mudanças no mundo do trabalho, os obstáculos do sindicalismo diante dessas transformações e o processo de reorganização da classe trabalhadora. Além disso, também serão abordadas a história do movimento docente e a construção do ANDES-SN. Diferente dos anos anteriores, o Curso ocorrerá em uma única etapa.

O principal objetivo do curso é a formação política dos sindicalizados. O espaço é organizado pelo Grupo de Trabalho de Política de Formação Sindical (GTPFS), em parceria com a Regional Nordeste III do ANDES-SN, da qual os docentes das Universidades Estaduais da Bahia (Ueba) fazem parte. A iniciativa atende à resolução do 37° Congresso e 63º Conad da entidade, ambos realizados este ano.

GT Diversidade
No dia 28 de setembro haverá a reunião do Grupo de Trabalho de Política de Classe para as Questões Étnico-Raciais, de Gênero e Diversidade Sexual (GTPCEGDS) do ANDES-SN. O encontro ocorrerá em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. O docente que quiser participar deve procurar a secretaria da Adufs até às 13h do dia 17 de setembro.

Na pauta, a produção de material informativo sobre a legalização do aborto; o Sindicato Nacional na implementação da lei 12.990/2014 nas IES; apresentação da comissão de elaboração das propostas para o material sobre racismo; além de outros assuntos.

Fonte: ANDES-SN, com edição. 

Compartilhe esta notícia!


CSP-Conlutas

Incêndio no Museu Nacional era tragédia anunciada

O Museu Nacional no Rio de Janeiro, o mais antigo do país, detentor do quinto maior acervo do mundo, foi consumido pelo fogo iniciado no dia 2 de setembro. Há muito tempo, a instituição era alvo de pedidos de socorro. Servidores públicos, técnicos, professores e pesquisadores denunciavam o abandono dos governos para com o local.

A instituição, ligada à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), vinha sofrendo com os cortes orçamentários, assim como toda a área de educação, ciência e tecnologia no país. Segundo reportagem do G1, o Museu Nacional deveria receber um repasse anual de R$ 550 mil da UFRJ, que passa por uma crise financeira. Há três anos, o museu só tem recebido 60% deste valor, e não tinha recurso para pesquisa e manutenção. 

Governos são responsáveis
O presidente Michel Temer e o prefeito Marcelo Crivella, entre outras autoridades, foram rápidos em soltar notas de pesar diante do ocorrido. Pura demagogia e hipocrisia.

A CSP-Conlutas se solidariza com os trabalhadores do Museu Nacional e da UFRJ, técnicos, professores, pesquisadores e com todos aqueles que estão consternados com esse incêndio. Atos já estão sendo programados para denunciar o descaso dos governos e a falta de recursos para a educação, ciência e tecnologia no país.

Fonte: CSP-CONLUTAS, com edição. 

Compartilhe esta notícia!

Junte-se e lute!

FILIE-SE À ADUFS

"Entendo que vivemos numa sociedade com lutas de classes. Desde que os seres humanos passaram a explorar a força de trabalho uns dos outros, existe a desigualdade social. Quando percebemos a nossa posição enquanto trabalhadores que estão do lado a ser explorado, torna-se essencial a busca por acúmulo de forças e intensificação da luta cotidiana em busca de melhorias. Por isso, ser sindicalizado é fundamental"..


lnah de Oliveira Fernandes - Departamento de Educação (Dedu)

A força do sindicato está em seus/suas filiados (as) e na capacidade de defender os interesses da categoria. Desde a sua criação, em 1981, a Adufs tem pautado a luta em uma prática democrática, coerente e firme na defesa de um projeto de universidade pública.

Participar do sindicato é exercer cidadania, é ser sujeito da sua história. Para filiar-se é preciso preencher um formulário (aqui), autorizar o desconto mensal de 1% sobre os vencimentos, assinar e entregar na Sala da Associação, que fica no Módulo IV (MT 45) da Uefs.

Avenida Transnordestina, MT 45, Novo Horizonte
Campus Universitário - UEFS - CEP 44036-900 - Feira de Santana - BA
Tel: (75) 3224 - 8072 | 3224 - 3368
Email: ascomadufsba@gmail.com
www.adufsba.org.br

Facebook Twitter YouTube

Política de Privacidade | Unsubscribe
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia